domingo, 30 de março de 2008

Se.....


E se fizesse um risco arisco

na linha pontilhada desse istmo?

E se tecesse atalhos de giz

com traços coloridos de anis?

E se apagasse o instante

esvaindo o que é ausente?

E se o momento de haver sido

estiver aqui subtendido?

E se esse escrito de agora

trouxesse aquilo de outrora?

E se depois de tudo dito

restasse nada além disso?

40 comentários:

Bichinho disse...

Um sorriso...beijo fantasma.

MAO ] disse...

Belo!

Beijos

Ricardo Rayol disse...

riscos encadeados formando letras que formam palavras que fvormam versos que formam teus pensamentos.

Edson Marques disse...

Fernanda,

belo poema, como sempre!

Tudo o que escreve agora traz outroras!


Abraços, flores, estrelas..

Alex Sens disse...

duvido que não reste nada.

andré gabriel disse...

dizem que o "se" não faz parte da história. (se)rá? beijo

Ricardo Jung disse...

se pensassemos no se, tudo nada seria.

o se é a partícula mais destruidora, que a poesia transforma em verdade pela simples entrega a qualquer possibilidade

Auíri Au disse...

Que os atalhos não se apaguem quando a chuva cair e não se perca no caminho....



beijos


luz

Aparelho de DVD disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If ossible gives a last there on my blog, it is about the Aparelho de DVD, I hope you enjoy. The address is http://aparelho-dvd.blogspot.com. A hug.

storytellers disse...

Os inevitáveis "sesss", a arte do "pensamento circular"

Edson Marques disse...

Vim te reler.

Depois de tudo, nada resta.

Nem precisa.

Abraços, flores, estrelas..

Pripa Pontes disse...

adorei a dinâmica desses versos na relação construir-desconstruir...a dinâmica do se...
brilhante!



Bjos, Fê!

Maria Regina disse...

Oi Fernanda,
Passei por aqui para matar as saudades. Como sempre seu blog recheado de coisas lindas de se ler!

Beijos

Marcelo Cantalice Dias disse...

E se não houvesse poemas, de quê viveríamos....
E se não pensasse em escrever sobre os "se"...
Certamente não terá o que fazer...
Gostei bastante!
Sucesso sempre
Beijo
Passa por lá...E se puder comenta!

Paulo Sempre disse...

Beijo...

Jens disse...

Bonito, Fernanda, bonito. Sempre por aqui. Demoro, mas apareço.

Dora disse...

Fernanda. Procuro sempre a poesia, em meus passeios pela Net. Li o título: "Poesia na veia", e vim ler...
As condições do "Se" são todas instigantes.Mas, "se o momento de haver sido estiver aqui subentendido"...é uma frase de se guardar de tão preciosa!
Foi bom demais encontrar seu espaço aqui.
Deixo-lhe meu abraço e minha admiração.
Dora

Sonia Regly disse...

Vim convidá-la para conhecer o Compartilhando as Letras, sua presença muito me honraráwww.compartilhandoasletras,blogspot.com

Vais disse...

Olá Fernanda,
sempre passo por aqui para ler você, mesmo não fazendo comentários, e você tá tão sumida.
abraço

Ataualpa S.Pereira disse...

Saudações!

Há quem diga que tudo foi dito, e o que se tem nada mais é que algo repetido.

Um grande abraço!

benechaves disse...

Saudades de vc, minha amiga! Muitas saudades... E se esse meu escrito a trouxesse de volta?

Um beijo saudoso...

Marcelo F. Carvalho disse...

Cadê ocê, minina!!!
Volta logo!

Os_meus_rabiscos disse...

Resta sempre alguma coisa... Gostei e voltarei.

o amnésico disse...

Se eu não fui o único a desaparecer, pelo sou um que não faz falta...

Espero que esteja tudo bem contigo.

Um beijo, torcendo pela tua volta!

Márcio Hachmann disse...

Seria triste, poetisa. Por isso, não me arrisco nos "se". Prefiro, "o ontem..." Beijos de retornei-agora-para-nunca-mais-ir-me-daqui.

Moacy Cirne disse...

Cê tá de férias, Menina? Volte... Beijos.

Poesia! disse...

Boa noite!

sou adm. do blog "O Fogo Anda Comigo"
(thefirewalkswithme.blogspot.com)
o blog tem como idealização um SARAU AMPLIFICADO!
onde recebemos e publicamos poesias!
gostariamos de contar com seu apoio no projeto.
seja com poesias ou divulgação!
contato por e-mail: ofogoandacomigo@yahoo.com.br
OBRIGADO!

david santos disse...

1990, 18 anos: Cazuza. O expoente máximo do ROCK brasileiro.
Com saudade

Bill Stein Husenbar disse...

Lindíssimo.

Parabéns.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Celi... disse...

Adorei seu blog, muito bom...

Projeto Reticere disse...

... bonito demais da conta. irei linka-lo, se me permitir. isso aqui tem que estar no meu caminho diário...

ass. gleuber militani

PAIDÉIA disse...

Questionamentos presentes para entender momentos passados que podem SE tornar futuros.
Bela poesia, Fê!
Abraços!

Hugo Simões disse...

maravilhoso o poema

Moacy Cirne disse...

Cadê você, Menina?

Marcelo Cantalice Dias disse...

Grande Poetiza,
E se eu não lesse algo que não foi postado e sim injetado?
Parabéns!
Beijos

Moacy Cirne disse...

Você sumiu mesmo, né? Mas espero que tudo esteja bem: viver é compreender. Beijos.

andre gabriel disse...

e por ande andas? beijos

Marcelo Cantalice Dias disse...

Parou de poetisar?????????

Aguardo visitas!!!

www.desejosevirtudes.blogspot.com

Marcelo Cantalice Dias disse...

Parou de poetisar?????????

Aguardo visitas!!!

www.desejosevirtudes.blogspot.com

Polak - O Poeta disse...

Belo!

Luz e Paz!