segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Sou vida


Carrego no peito um coração que pulsa e uma esponja que suga o mundo.

Sou celeiro dos pedaços colhidos ao longo das trilhas percorridas


: fruto das escolhas feitas na bruta certeza de estar aqui.


Por vezes, sou os fragmentos juntados.


Só assim existo.


Despedacei-me tantas vezes fossem necessárias e tantas outras erigi o molde mim.

Fui correnteza bravia arrastando anseios guardados em ermos espaços


: meu e de outros.


Também laguna,

quase isso e aquilo.


Agridoce, já fui.


Ave faminta em jardins de esperanças, suguei o néctar de cada flor para nutrir ilusões.

Experimentei misturas que brotam no seio vida.


Fui vida.


E porque ousei ser e não ser


[negando a homogeneidade de meus contornos]


suplantei vicissitudes.


Hoje sou paiol.


Pulsante, sorvo a concretude liquefeita,

absorvo e regurgito ais, alegrias.


Sou vida.







Imagem: Sophia Douma

33 comentários:

Jens disse...

Então, viva a vida. Eu brindo a isto. Salut!
Um beijo. Um abraço.

Naeno disse...

CONTRÁRIO

Andar sem ser notado dos homens, das palavras
Despercebido das florestas e até de Deus,
Transparente dos personagens da história,
Sem ser notado também por ti.
Até dos passarinhos, das águas
Mas a luz se apaga em sopros de espanto.
As gueixas mostram seus seios em dupla
- troféus dessas vitórias não contadas –
Os rebanhos lentos pedem carinhos
Se não deres te atropelarão.
As estradas imploram o teu amor
- andas por cima delas –
Insatisfeitas, se fecharão, e resvalado
O teu corpo voará, terás de ser anjo.
Quem deseja viver no ar.

Um beijo
Naeno

Naeno disse...

INCLEMENTE

Quando penso,
Pedaços de sol caem sobre mim
Como um desastre ecológico
E eu conto e ninguém acredita
Que estes raios incidem só sobre mim.
Uma lembrança das outras manhãs
De calamidades expostas,
Dos dentes a mostra
Dos bichos nos vales das estradas.

Quando eu me ponho a escutar
Ouço uma sinfonia de pássaros,
Sôfregos, confundíveis com os galhos
Farfalhos em minha boca
De morder a língua
Num jogo doido de mim comigo.
Lanço pedras na direção do dia,
E o sol desvia-se qual juriti no seu assento,
E nenhum gesto meu o afugenta,
O agourento despojo dele por todo o chão
E eu impotente sacudo os braços,
Pra ver caírem minhas mãos.

Te amo, mulher igual às outras.
Naeno

Naeno disse...

"Sou vida", é uma poesia muito bonita. Onde a superação humana, que nada mais são o transpor do ponteiro por sobre o outro, em acordo com o vento que tudo leva, e tudo traz depois, assim como a maré que limpa e suja na maior indefinição. Assim, os paradoxos que a tudo se atribui, ou pode se igualar, somos, com a mesma intensidade tirados a limpo, pelo tempo, pelas circunstâncias, somos colocados à prova, como numa gincana promovida por titâs.
Mas ninguém teve ou terá uma vida que distoe desta, a vida dos constrastes, da sofreguidão e do gozo extremado, da vontade de deixar de nos embalarmos e irmos encontrar o sono medindo-o com o caminho que queremos, por complemento da tormenta, nos adiantarmos, deixando tudo para tráz, inclusive a visão, que se deseja fugidia de nós.

Um beijo.
Naeno

storytellers disse...

Poesia cheia de vida!!!

Romário Gomes disse...

Também gosto de colher os cacos que há em mim... Lindo poema. Lindo mesmo! Parabéns, Fernanda.

ofthewood disse...

E és sobretudo um mar de emoções aquilo que nos transmites.
Bj

Ricardo Rayol disse...

você é vida, sempre será, mesmo nos cacos

Erika disse...

Cheia de vida, cheia de sonhos, pulsando a alma pelo mundo.. vc...

Querida.. to aqui, viu.. sempre...

Bom demais te ver escrever..

Mondibeijos

www.oncoto.erikamurari.com.br

Flávio A disse...

quanto tempo! gostei de entrar aqui e encontrar este belo texto =)

Maria Regina disse...

Olá Fernanda,

Vida é o que sentimos quando lemos ou escrevemos poesia. E ela, com toda certeza, te deixa mais viva!
Beijos
Regina

Cel França disse...

Lindo,e forte,sempre muito bom vir aqui,adorei o texto!
tem meme pra vc lá no meu blog!
beijo!

Claudia Perotti disse...

Menina,

Que esta inspiração acompanhe você em 2008!

Um feliz natal!

Beijinhosssss

Jens disse...

Fernanda: Feliz Natal! Muitos presentes. Muita alegria. Seja feliz.
Um beijo.

Moacy Cirne disse...

Você é Vida! Você é Poesia! E que 2008 seja um grande ano pra você. Beijos.

Hugo Simões disse...

Oi! adorei a poesia!

te deixei um premio no rotineiro, se quizer passa la!
;D

benechaves disse...

Oi, querida: se és vida, então apareça ou diga onde estais. Vc simplesmente sumiu e não diz nada de nada. Muito trabalho? Tarefas que a impedem de 'viver'? Ou simplesmente um 'mergulho' no sombrio?
És vida, portanto, se 'faça' vida!

Um beijo com vida...

sandra camurça disse...

Feliz 2008, grande poeta!
Beijos.

Osc@r Luiz disse...

Não me importa o seu idioma, ou onde você está. O meu desejo é o mesmo:

Alemanha: Fröhliche Weihnachten

Bélgica: Zalige Kertfeest

Brasil: Feliz Natal

Bulgária: Tchestito Rojdestvo Hristovo, Tchestita Koleda

Catalão: Bon Nadal

China: Sheng Tan Kuai Loh (mandarín) Gun Tso Sun Tan'Gung Haw Sun (cantonés)

Coréia: Sung Tan Chuk Ha

Croácia: Sretan Bozic

Dinamarca: Glaedelig Jul

Eslovênia: Srecen Bozic

Hispanoamérica: Felices Pascuas, Feliz Navidad

Estados Unidos da América: Merry Christmas

Hebraico: Mo'adim Lesimkha

Inglaterra: Happy Christmas

Finlândia: Hauskaa Joulua

França: Joyeux Noel

País de Gales: Nadolig Llawen

Galego (na Galicia): Bo Nada

Grécia: Eftihismena Christougenna

Irlanda: Nodlig mhaith chugnat

Itália: Buon Natale

Nova Zelândia em Maorí: Meri Kirihimete

México: Feliz Navidad

Holanda: Hartelijke Kerstroeten

Noruega: Gledelig Jul

Polônia: Boze Narodzenie

Portugal: Boas Festas

Romênia: Sarbatori vesele

Rússia: Hristos Razdajetsja

Sérvia: Hristos se rodi

Suécia: God Jul

Tailândia: Sawadee Pee mai

Turquia: Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun

Ucrânia: Srozhdestvom Kristovym

Vietnã: Chung Mung Giang Sinh

São os votos do "By Oscar Luiz", do "Flainando na Web" e do "Gente Sem Saúde".

E que 2008 seja o ano das suas realizações!
Um beijo deste amigo que ganhou seu presente de Natal antecipado: a sua amizade!

André L. Soares disse...

FELIZ
(André L. Soares)
.
De hoje até sempre,
fica estabelecido:
todos os corações serão puros,...
tão abertos e francos
quantos os sorrisos;
a partir de então,
pela graça
de um presente Divino,
só haverá manhãs de sol
e todos os dias
serão ‘domingo’!
.
.
.



Obrigado por caminhar esse ano ao meu lado.
Feliz Natal e próspero Ano Novo!

André L. Soares
.
.
.

Edson Marques disse...

Fernanda,



Tua poesia consegue sugar o açúcar de todas as flores!


Abraços, vinhos, estrelas...

Lado B disse...

Obrigada Fernanda! Desejo o bom do Natal pro ce, poeta...

Palavras de um mundo incerto disse...

QUERIDA,
NÃO PRECISA PEDIR DESCULPAS PELA "AUSÊNCIA"! TU É ADORÁVEL MESMO DISTANTE, E VOU ESTAR POR AQUI PRA COMENTAR MUITO SOBRE SUAS POESIAS FORA DE SÉRIE, QUE DESCREVE MUITO BEM NOSSOS SENTIMENTOS.

UM BEIJO GRANDE EM TI E UM ABRAÇO CARINHOSO COM TODO O CARINHO.

UMA BOA NOITE DE NATAL PRA TI E FAMÍLIA, COM SAÚDE E COM TODAS PESSOAS QUE TE FAZEM BEM!!!!!


VIVA O CARINHO DE TODO DIA!!!!


COM CARINHO!!!



MARCOS STER

PS:EI, ANTES DO ANO NOVO EU VOU VOLTAR AQUI!!!!

Wagner Bezerra Pontes disse...

Olá Fernanda tbm desejo um feliz natal, para você e familia,um feliz ano velho que se vai com a chegada de um novo e mais uma certeza de que o amanhã é incerto...felicidades =D

abraço!

O Sibarita disse...

Olá dona moça Fernanda!

Sim, fomos e somos vida e ai? kkk

Um belo poema!

Desejo-lhe UM NATAL CHEIO DE PAZ!

Bjs
O Sibarita

Guto Melo disse...

Pra você também, menina! Beijo e sorte na vida.

Oliver Pickwick disse...

Passei para desejar um Ano Novol repleto de saúde e paz.
Beijos!

ROMÁRIO GOMES disse...

Fernanda, espero que você possa parir a luz que vem da Luz e se faz Luz - o amor que brota do nosso ser. E um ano novo especial. Um abraço, cheia de vida!

Angus disse...

Esse coração me dexou imprecionado com tuas palavras. Eternizou o momento presente.
Bejos!

Marcelo F. Carvalho disse...

Feliz Natal procê também, minha flor! Td de bom procê e pros seus!
Seja vida, a nossa vida sempre!
_________________
Abraço forte!

o amnésico disse...

Agradeço os votos, minha querida; que sua vida floresça como sua poesia tem feito.

Beijos!

inutilia sapiens disse...

eita coisa boa é chegar da casa de voinha e ver seu comentário, estava com saudades moça!
entro aqui e saio respirando vida!
adoro este lugar!
boas festas para ti também e um ano novo ainda melhor que este que já acaba!
besos, moça!

Adão Flehr disse...

Querida Fernanda,

Desejo que em 2008, a “meninazinha de olhos verdes” de Mário Quintana, renasça incólume para todos nós..

Feliz 2008, o ano todo!

Bjs,
Adão