quinta-feira, 29 de novembro de 2007

O que brota


Sei que me perdi em lindos olhos castanhos

Colados na face de alguém estranho

E pude ver o mundo cor de chocolate

Azul, vermelho, verde-abacate


Sei que deslizei em lindos sorrisos

Que me mostravam, no horizonte, paraísos

Recheados com som de amanhecer

Tudo isso sim, pude ver!


Sei que além de tudo existe

Algo a germinar e que resiste

Às intempéries dos dias vividos

Só porque vi aquele lindo sorriso


Sei, antes de tudo, que a boca de mel

Canta e encanta qual um menestrel

A sussurrar em meu ouvido todo seu escarcéu

E hei de ficar tonta, louca, ao léu


E se é pra ensandecer no turbilhão

Desse querer, que venha meu coração

Sem medo, disposto a tudo viver


Pois a vida só é merecida para quem se lança

Nas doses alucinantes dessa chama

Que brota, em nós, a cada amanhecer







Imagem: Florian Hoenig

10 comentários:

Joaquim Amândio Santos disse...

um sorriso. nosso.

esse ritual único de saudar um novo dia!...

Juliana Cintra disse...

Adorei Fer!

Palavras com intensidade, força dessa mulher guerreira que vc demonstra ser!

Parabéns linda.

bjux bjux

Fênix.

Claudia Perotti disse...

Tem desafio para você no cor de dentro!

Beijinhosssss

Jens disse...

Oi Fernanda.
Tonta, louca, ao léu? Bonito, bonito...
***
Sexta tem uma festinha de aniversário lá na Toca. Estás convidada.

Oliver Pickwick disse...

Verdades em versos, Fernandinha, as quais concordo inteiramente. É nítido que provas da própria receita, pois a sua inspiração alimenta-se das "doses alucinantes dessa chama".
Um beijo, e tenha uma ótima semana!

Naeno disse...

Lindo poema. Sintomático, patológico, das verdadesenfeites de que nossas vidas vivem.
Amor, amor, invenção de muitos, valia de todos.

Um beijo minha santa Maria da Saudade.

N a e n o

Antonio Ximenes disse...

Fernanda.

O legal do poema é a heterogeneidade de significados... a forma específica que cada leitor toma para si um significado.

A emoção depende do momento em que se lê... da vida de quem está lendo.

Como sempre roubo de teu blogue... uma bagagem... um pedaço de sentimento para me inspirar.

Abraço pra tu.

sandra camurça disse...

UUUUI, Juro que me assutei com tamanho...rs. Mas o que brota tá lindo.

Um beijo.

Erika disse...

vc continua escrevendo lindo.

saudades, viu, sumida.

beijo e ótimo final de semana

www.oncoto.erikamurari.com.br

Ricardo Rayol disse...

está intrigante... não sei bem como definir.