quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Autofagia


fome insana!

lava a escorrer

nas ancas

quando arrebentas

em mim

toda vastidão

que te perfaz


fome insana !

deleite obtido nas

contrações involuntárias

causadas por teu chegar

p

r

o

f

u

n

d

o

no ventre

que te aconchega


fome insana!

mendiga a gota de teu suor

para matar a sede da carne

ressecada em tua ausência


fome insana!

desvairada

não farta pelo alimento

que tu és,

acabou comendo a si mesma.


Ataque autofágico!



imagem: josé mianutti

11 comentários:

Poliedro disse...

Um versejar lindo comandado pelo seu desejo de abrager a plenitude de um amor ansiado.
Simbologia de letras muito peculiares e um adorno de mestria no sentir e no pensar.
Parabéns!
A concretização plena de um deslumbrante e sentido amor.
Espero sinceramente que as suas palavras expressas não párem nem um instante.
Tem um ENORME talento e veia poética que encanta.
Beijos de muita estima
pena

Ricardo Rayol disse...

E isso que está sem inspiração....

autofágica luta,
mente e corpo
desejo e razão.

ACANTHA disse...

Complementando o comentário perfeito de Poliedro, FERNANDA, resta-me dizer: UAU!!!!!!!!!

Erika disse...

lembrei qdo eu roía as unhas

beijos

Natália Nunes disse...

Ai como eu adoro essas coisas de antropofagias...

Beijos!

Claudia Perotti disse...

Uauuuuuuu
Que belo poetar, Fernanda!
Agradeço-te a visita e não a perderei de vista!

Beijinhosssss

benechaves disse...

Oi, Fernanda: como sempre, versos fortes numa feitura ao seu estilo já contudente. Palavras que doem na alma e no corpo.
Olha: sinto a ausência de seus comentários. Muito atarefada?

Um beijo de saudade...

Priscilla Pontes disse...

nossa vc é que detona como sempre com seus versos...
o desejo de sentir-se completo.numa atitude insana autofágica...

qnto ao medo, concordo que o próprio medo já nos dá "medo", quatro letras que produzim uma palavra poderosa cheia de mil significados...

Obgada pela visita e pelo carinho de sempre.

Bjos.

Vieira Calado disse...

Bela poesia. De quem sabe como é.
Beijinhos.

Jens disse...

Intenso, Fernanda. Intenso.

Anônimo disse...

Olá!
Belo poema, parabéns! Tbem adoro escrever.
Mas se vc quiser uma imagem melhor deste trabalho eu posso te enviar.
Me mande um e-mail (warhol@click21.com.br), q eu te envio, ok? Obrigado por escolher um trabalho meu para ilustrar seu poema.
Bjo!!!
José Mianutti