sexta-feira, 20 de julho de 2007

Amor(tece)Dor

Foto:Paloma


a
m
o
r
t
e
c
e
d
o
r
amor
tece
dor

amortece
a
dor

mata
a
morte

corta
o
carma

arma
a
cama



amor

tem
mar
tato
ato
cor
ardor
até
ceder
a
ter
amor



11 comentários:

Marcelo Cantalice Dias disse...

às vezes não é só amortecer a queda...às vezes é só ligar um pouco e apoiar...
Adorei a forma que escreveu!!!
Beijos
Tem novidade lá no blog!!!

Bion disse...

Da mesma forma que tece, ele amortece, eis o amor, duas metades que se completam e se contradizem.

Linkar meu blog?
Absolutamente que... sim!

Telepatia?
Eu estava prestes a perguntar o mesmo.

Bion disse...

prontinho. =)

david santos disse...

Fernanda, querida amiga. Venho pedir-te um favor. Comenta sempre na minha última postagem, porque depois tenho muitas dificuldades em encontrar-te. Faz-me esse favor, porque eu quero continuar a visitar-te. Assim, como tenho sempre muitas visitas, já tenho dificuldade em encontrar os comentários que ficaram em postagens anteriores.
Obrigado minha querida amiga.
Embora eu esteja neste momento na Costa do Marfim, junto de crianças abandonadas, sempre que por aqui há electricidade, dou uma saltada ao blog, mas em Outubro ou antes, já cá estarei.
Faz-me esse favor, está bem?

David Santos

david santos disse...

Desculpa. Já reparei ono teu comentário na última postagem.
Abraços.

Marcelo F. Carvalho disse...

Fernanda, que isso!?? Que coisa linda, minha cara! Estou atônito! Desde já peço a sua autorização para me apropriar um pouco deste poema e postá-lo no meu blog. Lindíssimo, profundo, bem construído.
Parabéns!

pn disse...

pois...
é também esse fenómeno entretecido em todos os sentidos teares, em todos os possíveis jogares... de palavras, ditos, jogos e...
é sempre o mais que dito, o inefável, o desrazoável, o provável jamais escrito...

belo texto, Fernanda!

Brunno disse...

Uma definição bem feliz de sua parte.
A forma gráfica que trabalhou o tema ficou interessante.

Sou um pouco suspeito pra comentar aqui, mas admiro cada surpresa que encontro toda vez que aporto por aqui.

"Amortecer, subliminhar, subliminar, omitir..."

Assis de Mello disse...

Uhuuu !!!
Você tá ficando boa mesmo nesses jogos com palavras, hem ?

Maria Regina disse...

Amor Tece Dor
Tudo falado em poucas palavras!
Perfeito!
Beijos
Maria Regina

La femme qui rit disse...

Este está completo...