quinta-feira, 19 de julho de 2007

Fragmentos

Foto: Sandra Morais






Sobre os cacos do tempo, ainda sobrevive à esperança.
Fragmentos de vidas que se juntam e almejam se completar
nesse quebra-cabeças, que somos nós.

3 comentários:

pn disse...

mas a inexorabilidade de cronos, persistente, teimoso, esmoedor,tudo e todos a pó reduz...
e nós, os fragmentos oriundos da atopia, pré-pó, que (des)norte buscamos nesta argonáutica deriva?

bisou

pn disse...

a poesia da euforia anda arredia

daí as tais cargas semânticas negativas...

touché!

Maria Regina disse...

Adorei! Mas os fragmentos se totalizam, às vezes, e nos deixam por um momento, sentirmos completos
Beijos
Maria Regina