quarta-feira, 4 de julho de 2007

Andarilho

Foto: Denis Collette





S e não me for permitido
I novar em meu caminho
M e sentirei perdido
P elejando entre espinhos
L ugares ermos conheci
E stradas desertas andei
S ou um andarilho na vida
M e furto das paradas inúteis
E nsaio passos ao acaso
N ão tenho rumo traçado
T ateio meus horizontes
E nxergo bem a defronte

A lmejo girassóis azuis
M argaridas rasteiras
O rvalhos na tarde
R aios sem tempestades.

Um comentário:

o fogo que a fraga ferra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.