quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Canibalismo




Sinto teus dentes triturando
minhas entranhas
e vejo meus fragmentos
entrando em ti
Estou em coma
Coma tudo de mim
e depois,
deguste.




Essa poesia já foi postada, mas como poucos leram coloco aqui novamente para a apreciação e crítica de vocês.

imagem:
http://photo.net/

14 comentários:

Moacy Cirne disse...

Belobelo. E forte, canibalescamente forte. Poema-síntese, como poucos. Direi mais, mais direi: um poema para ser degustado. Ao som do Bolero de Ravel. Abraços.

Erika disse...

Me engula, me absorva.. que em todas as suas células haja as minhas células...

Uau...!

Beijo

Jens disse...

Oi Fernanda.
Poema visceral no seu desejo de posse e entrega. Caça e caçador.
Um abraço.

wilson guanais disse...

estive fora da internet (duas semanas) mas já estou de volta.
beijo

Luan Iglesias disse...

Nossa...que profundo. Interpretável de várias maneiras. E acho que essa é grande fórmula, poder interpretar do jeito que você achar mais...digamos assim..."degustante".

Adorei.

Saudações.

Flávio A disse...

"estou em coma, coma-me" [...]
ótima sacada, muito inteligente!

Viktor Navorsky disse...

Muito bom... inquietante.. ..mas apaixonante tb..

=) Ficou meio dark aqui com esse fundo preto. Gostei

sandra camurça disse...

UAAAAAU!!! Arrasou, menina. Menina o quê! MULHER, MULHERÃO..rsrs...

Beijos, poeta.

PS: Tive o privilégio de lê-lo primeiramente lá no refúgio, não foi?

Juliana Cintra disse...

Vampira..

b.

Edson Marques disse...

.


degustarte-ei, mastigando-te!



Abraços, flores, estrelas..



.

Hugo disse...

Muito bom !


beijos

Marcelo F. Carvalho disse...

Fernanda, sábia decisão postá-lo novamente! Visceral, potente, humano naquilo que temos de segredo. Lindo!
____________________-
Abraço forte!

Marcelo F. Carvalho disse...

Fernanda, uma amiga de internet vai defender a tese (faculdade de filosofia) sobre pós-modernismo e Clarice Lispector dentro da filosofia. Ela me pediu conselhos, mas de Clarice (tirando o nome da minha filhota em homenagem à minha musa e de seu trabalhos) entendo muito pouco, que dirá "filosofar" sobre as artes pós-modernas dentro da visão filosófica... Enfim, o "bicho" tá complicado...hehehehe...
Ela queria uma referência bibliográfica, um livro que cite isso... Difícil. Trabalho duro.
___________________________
Abraço forte!

Bion disse...

UAU!

Fortíssimo e belíssimo!

Fez bem em postá-lo novamente. Como que eu não iria ler isto??

Aos poucos vou voltando... andei meio desanimado, mas creio que foi uma virose que me consumiu inteiro... levando até mesmo boa dose de inspiração embora.

Visitando amigos como vc, ela volta rapidinho!

Bjs e inte mais ler =)