domingo, 19 de agosto de 2007

Busca






Quero o avesso do avesso

simplesmente para te encontrar


Anseio desfazer as represas

que restringem meus caminhos

tosam meus desejos

me jogam nesse abismo


Sedenta de ti sigo sempre...


Ensaio poemas sensuais

me faço metáforas

persigo analogias

remendo versos soltos

enlaço palavras ardentes

misturo sílabas ao léu


Aniquilo a linguagem!


Insinuo passagens estreitas

separo fragmentos

e te junto

15 comentários:

Moacy Cirne disse...

Sem aniquilar a linguagem, mas procurando o avesso do avesso, metaforicamente, você construiu um poema pulsante/vivificante. Beijos.

Erika disse...

as vezes o amor requer caminhos mais tortuosos e difíceis.. é como fazer uma trilha prá alcançar a praia mais bonita.. ou a montanha mais vistosa.

Beijo.. ótima semana

Ricardo Rayol disse...

Em qunats buscas frenéticas nos metemos. Belo texto.

Adriana Araújo disse...

Obrigada pela visita.
Suas poesias são bem envolventes, vou linkar seu blog nos meus favoritos!
Tenha uma ótima semana!

Osc@r Luiz disse...

Costura com carinho cada palavra, cada sílaba...
Constrói do nada, a beleza, a poesia.
Tira "agua de pedra" como diriam alguns, mas eu digo mais: a tira, a filtra, a purifica, e a devolve ainda mais cristalina do que quando ali estava.
É mesmo um raro prazer visitar o seu blog.
Um beijo!

benechaves disse...

Oi, Fernanda: bela composição e feitura de um poema que grita, separa e ao mesmo tempo junta o avesso pelo avesso. Em uma procura incessante.

Um beijo inverso...

Juliana Cintra disse...

Mistério e Desejo...

Delícias do Ser.

Bjux Mtos Fer!

Hugo disse...

OI!
adorei a poesia, muito linda mesmo.
beijos

Edson Marques disse...

Fernanda,



te fazes metáfora, e isso é lindo!




Abraços, flores, estrelas..

.

Márcio disse...

No final das contas é o que importa. Juntar!

Priscilla Pontes disse...

mais um belo poema...
a busca essa que nos persegue e que temos como objetivo constante!
mais sábios versos!

E tem meme pra vc lá no meu blog, passa lá!

Bjos.

Priscilla Pontes disse...

ahshahshah
p mim livraria = parque de diversões...

que esnrrascada q nada, sei mto bem q vc executará a tarefa brilhantemente c todo seu ar poético..

^^

Viktor Navorsky disse...

me faço metáforas

uau... vc conseguiu me descrever em 1 frase...uhuhu adorei! \o/

Mais uma otima poesia com sempre. =)

Maria Regina disse...

Em busca constante.
Linda poesia, Fernanda.
Beijos

NETMITO disse...

Grande imaginação a tua.
Bjs)*